18
dezembro

Como gastar menos no Horário de Verão



reduzir-consumo-energia-horario-de-verao

O principal objetivo do horário de verão é reduzir a sobrecarga de consumo de energia elétrica no final da tarde e início da noite, quando normalmente ocorre o pico de demanda do sistema elétrico. Isso ocorre pois neste horário a maioria das pessoas chegam em suas casas e ligam o ar condicionado, o chuveiro elétrico e outros equipamentos eletrônicos. Graças ao horário de verão, é possível aproveitar a luz do sol por mais tempo, e a demanda por iluminação artificial é deslocada uma hora à frente. Assim, as lâmpadas das ruas e espaços públicos, domicílios, indústrias e estabelecimentos comerciais passam a ser ligadas mais tarde, quando o pico de consumo já diminuiu.
O horário de verão ajuda a evitar a sobrecarga do sistema elétrico. Isso diminui o acionamento das térmicas que produzem energias mais caras, gerando assim economia para toda a sociedade. Apesar do horário de verão vir apresentando resultados relativamente constantes, com uma redução de carga no horário de ponta em torno de 4,5%, a tendência é que esse programa não seja mais o único jeito de economia.

Isso se deve ao fato das lâmpadas incandescentes terem sido gradativamente extintas e substituídas pelas lâmpadas fluorescentes e, mais recentemente, pelas lâmpadas LED.
Em 2010, foi publicada a Portaria Interministerial MME/MCTI e MDIC nº 1.007 que determinava o banimento gradual das lâmpadas incandescentes do mercado brasileiro. No dia 1º de julho de 2017, passou a vigorar o prazo estabelecido pelo governo que determina a proibição da fabricação e comercialização, no território brasileiro, de todos os tipos de lâmpadas incandescente que não se enquadrem nos índices de eficiência energética.
O uso de lâmpadas mais eficientes tem proporcionado a redução da participação da iluminação na demanda de energia, inclusive no horário de pico. Se as lâmpadas fluorescentes já eram capazes de prestar o mesmo serviço energético com um consumo de energia muito menor do que uma incandescente, as lâmpadas LED conseguem ser ainda mais eficientes.

Uma lâmpada de 60W incandescente ao ser utilizada 1 hora por dia consome em média 4 vezes mais do que uma lâmpada fluorescente equivalente de 15W e até 10 vezes mais do que uma lâmpada LED equivalente de 7W.
E a tendência é usarmos cada vez maior das lâmpadas LED, já que elas já podem ser encontradas no mercado a um preço não muito superior ao de uma lâmpada fluorescente. Além disso, são inúmeros os projetos de eficiência energética que preveem a introdução de lâmpadas LED.
Contudo, é importante ressaltar que frente ao baixo nível de armazenamento apresentado pelos reservatórios atualmente, o governo já anunciou que irá importar energia para evitar o acionamento de térmicas mais caras. Ainda assim, é possível que em outubro e novembro pela primeira vez seja acionado o segundo patamar da bandeira vermelha. Logo, qualquer redução na ponta e no consumo é importante neste momento, justificando a manutenção do horário de verão pelo menos este ano.
E se juntarmos essa economia, com a energia solar?

Articoli correlati

Em pleno deserto do Saara, Egito constrói a maior fazenda solar do mundo
28 agosto 2018
Panorama atual do mercado fotovoltaico no Brasil
22 agosto 2018
Impacto da microgeração de energia solar nas redes elétricas de baixa tensão
23 julho 2018
A Calculadora de Projetos Fotovoltaicos
10 julho 2018
Aumento na tarifa afeta consumidores que não possuem sistemas fotovoltaicos
4 julho 2018
Projeto de lei visa zerar impostos para energia solar e cria programa de incentivo
29 junho 2018
Governo de São Paulo investe em financiamentos de geração distribuída
19 junho 2018
BNDS amplia programa de financiamento para instalações de painéis solares
7 junho 2018
Preço da instalação de sistema de energia solar fotovoltaica no Brasil
30 maio 2018
Energia solar fotovoltaica atinge novo marco de potência instalada
17 maio 2018
Ministério brasileiro anuncia crédito de R$ 3,2 bilhões para instalação de painéis solares em residências
2 maio 2018
Sistemas de irrigação utilizando energia solar
18 abril 2018
O mercado solar vem aumentando no Brasil
5 abril 2018
O Payback solar mais rápido do Brasil, já tem lugar!
20 fevereiro 2018
Brasil conta com mais de 200 MW em Geração Distribuída
6 fevereiro 2018
Brasil conquista seu primeiro 1GW de energia solar
10 janeiro 2018
1.672 projetos de energia renovável e 48 GW são cadastrados para o Leilão A-4/2018
O novo passo de GD, no Espírito Santo
22 dezembro 2017
Crescente aumento de consumo de energia
Energia Solar Fotovoltaica torna-se fonte de economia, oportunidades e investimentos no Brasil
18 dezembro 2017
Como gastar menos no Horário de Verão
Geração distribuída, como reduzir custos de distribuição e impactos ambientais e sociais.
27 novembro 2017
Geração Distribuída de Eletricidade e seus Impactos Ambientais
10 novembro 2017
Energia solar aponta para redução do custo dos brasileiros em energia elétrica
25 outubro 2017
Soluções tecnológicas e energia limpa. Aposta atual para a agricultura
25 setembro 2017
A geração de energia solar fotovoltaica alcança 100 MW de microgeração e minigeração distribuída no Brasil
18 agosto 2017
Usinas solares proporcionarão para o Brasil menos impacto para o meio ambiente
31 julho 2017
Projetos de energia fotovoltaico tem baixa manutenção e excelente retorno de investimento
17 julho 2017
Energias alternativas são opções para diminuir as emissões de gases do efeito estufa.
28 junho 2017
Mulheres Nas Empresas De Energias Renováveis
23 maio 2017